Oftalmoclínica

Centro Sul Catarinense de Ceratocone

O ceratocone é uma doença da córnea de etiologia discutida, hereditária, que acomete o adolescente ou adulto jovem e se caracteriza por um afinamento e deformação progressiva da córnea, levando ao aparecimento de miopia ou hipermetropia e elevado grau de astigmatismo irregular e acentuada baixa visão.

Ceratocone
Os sintomas apresentados pelo paciente no início da doença são desconforto visual, dor de cabeça, fotofobia, baixa da acuidade visual e troca frequente das lentes dos óculos. Nas fases mais adiantadas a correção visual com óculos já não resolve e as lentes de contato passam a ser a opção para correção da visão. Entretanto a tolerância as lentes é baixa e a adaptação às mesmas é difícil e às vezes, impossível. O ceratocone tem associação frequente com alergia e o prurido (coceira) ocular pode ser o gatilho que desencadeia a doença. Em geral, quanto mais precoce o aparecimento da doença, pior o prognóstico.

Podemos classificar o cone em 4 graus evolutivos, de acordo com a severidade da doença. Assim nos estágios iniciais não existem alterações ao exame clínico senão a baixa da visão com óculos. Nos estágios mais avançados, as alterações são evidentes, e consistem no afinamento e dilatação da córnea, com aparecimento de opacidades e baixa acentuada da acuidade visual.

Até há poucos anos o tratamento do ceratocone consistia na prescrição de óculos ou lentes de contato e quando estes métodos não mais surtiam efeito, o transplante de córnea era a única solução possível.

Atualmente, com tratamentos avançados, com o surgimento dos anéis corneanos intraestromais e o crosslinking é possível recuperar estes pacientes ainda nas fases iniciais, postergando ou eliminando a necessidade do transplante de córnea e estabilizando o ceratocone.

Nós da Oftalmoclínica, sempre pensando na evolução da oftalmologia e atualização tecnológica, somos pioneiros no Sul de Santa Catarina no diagnóstico e tratamento do Ceratocone, com o objetivo principal de diagnosticar precocemente a doença, tratar nas fases iniciais e evitar que o paciente evolua para uma cirurgia de transplante de córnea, que apesar de ter evoluído muito, ainda apresenta uma série de complicações e resultados adversos.

Fundamos desta forma o CENTRO SUL CATARINENSE DE CERATOCONE.

Avaliamos nossos pacientes com o auxílio do TOMÓGRAFO CORNEANO PENTACAM HR, e desta forma iremos sugerir qual a melhor conduta e tratamento para cada caso em específico.
Pentacam HR

ANEL CORNEANO KERARING
É o procedimento considerado hoje o que de há mais avançado em tratamento para o Ceratocone. Pode ser realizado em pacientes com Ceratocone inicial ou avançado. Trata-se do implante de microsegmentos intracorneanos realizados sob anestesia tópica (apenas com colírios anestésicos) e duração rápida (geralmente 20 minutos). Os anéis promovem o aplanamento da córnea, com melhora do grau refracional, visão e qualidade visual do paciente. Os anéis fazem na maioria dos casos que o Ceratocone estabilize e não evolua para um transplante de Córnea. Geralmente os resultados visuais estabilizam de três a seis meses de pós operatório. Os anéis podem ser ajustados se necessário.Tal procedimento possui complicações mínimas e geralmente reversíveis. Poderá ser sugerido ao paciente, caso necessário, um Crosslinking posterior aos anéis para um melhor resultado.

Anel

CROSSLINKING
O Crosslinking é indicado para evitar a progressão do ceratocone. O tratamento consiste em desepitelizar a córnea após anestesia tópica (colírio), instilar riboflavina (vitamina B2) e aplicar luz UV-A por 10 minutos. Tem como finalidade aumentar o número de ligações covalentes entre as fibras de colágeno para fortalecer a córnea e estabilizar a doença. Os pacientes devem ter pelo menos 14 anos de idade e espessura corneana mínima de 400 µm no ponto mais fino. É contra-indicado para casos com cicatrizes na área central da córnea. Essa técnica tem apresentado excelentes resultados e risco mínimo de complicações. UtIlizamos na Oftalmoclínica o que de há mais avançado em Crosslinking, o FASTCROSSLINKING (CROSSLINKING ULTRARRÁPIDO), que reduz o tempo total de tratamento, e em geral os pacientes poderão ser tratados em até 10 minutos ao invés que 40 minutos com os equipamentos convencionais.

Crossliking

Oftalmoclinica

Número de emergência:
48 9989.6092

Tubarão

Unidade em Tubarão
Rua Florianópolis, 95 - Centro

Fone: 48 3626.4944 | 48 3052.4944

Braço do Norte

Unidade em Braço do Norte
Av. Felipe Schmitz, 1636 - Centro

Fone: 48 3658.8975

© Copyright 2018 - Todos os direitos reservados: Oftalmoclinica

Julian Oenning - Criação de Sites & Marketing Digital

Agende sua consulta

(48)8825-2950